O Estudo Desmistificando a Umbanda

Não temos dúvidas de que estamos na “era da palavra”e diante desta constatação, costumamos dizer que é dever de todo Umbandista desmistificar a nossa querida religião de Umbanda, junto a uma sociedade leiga e carente de um Deus. A aurora destes novos tempos exige-nos uma fé racionada, calcada no luminoso sol radioso da mensagem de nossos mentores espirituais, sob as bênçãos de Oxalá. Na verdade, a Umbanda nos propicia um melhor entendimento em relação às questões fundamentais de nossa caminhada espiritual, tais como, de onde viemos, para onde vamos e quais os objetivos de nossa existência. Porém, para que cheguemos a um nível satisfatório de conhecimento, é absolutamente necessário que se desenvolva métodos de aprendizado, com a finalidade de difundir aos iniciados o gosto pelos estudos sérios. Com uma metodologia apropriada, uma didática bem definida e planejada, formaremos novos “soldados do exército branco de Oxalá,” esclarecidos, aptos a transmitirem os princípios das mais variadas Umbandas e, por conseqüência, estes desenvolverão grande número de novos médiuns, exercendo grande influência sobre o futuro de nosso credo, quando então será “dia perfeito”. Sabemos das inúmeras dificuldades quando fazemos a opção pelo estudo, porém, estamos conscientes de que “instruir também é uma forma de se praticar a caridade,” é um compromisso que se assume com as próximas gerações, as quais herdarão um inestimável legado. Entendemos que todo Templo Umbandista é de certa forma um hospital/escola, pois, se estamos encarnados, certamente nos encontramos ainda doentes, necessitando inicialmente dos devidos tratamentos, para que posteriormente possamos, já numa outra condição, refazer as lições que nos foram ensinadas em outras existências, mas sem o devido entendimento. A partir daí, se temos um corpo mediúnico devidamente qualificado, teremos condições de servir melhor àqueles que nos procuram em busca do lenitivo, pois nossas entidades, mesmo do alto da grandeza de suas vibrações, invariavelmente, utilizam-se dos conhecimentos de seus aparelhos nos trabalhos espirituais. Neste particular o TEMPLO ESTRELA DO ORIENTE está muito à vontade para se manifestar, pois sob a orientação da CABOCLA JUREMA DA PRAIA, sua entidade dirigente, não abrimos mão de interagir, pesquisar, estudar os “porquês” de nossa religião, de buscar o tão sonhado crescimento espiritual, sempre em nome de uma Umbanda culta, sem os tabus e mistérios que marcaram seus primórdios, pois entendemos a necessidade de nos capacitarmos em toda a sua plenitude. Sendo assim, promovemos constantemente os mais variados estudos, entre cursos, palestras e seminários, abordando o espiritualismo em geral, a Umbanda em particular, dentro da idéia de que um dia viveremos a condição de universalistas, até por que entendemos que todas as religiões e filosofias têm suas funções dentro da Pátria Espiritual, em conformidade com o momento evolutivo de cada ser, razão pela qual não se deve limitar a sabedoria a um determinado número de irmãos, mesmo que em nome de sua “inteligência e/ou valor moral”. Por fim, observamos que uma das maiores carências existentes nos irmãos que recorrem às nossas casas, é a ausência de estudos, esclarecimentos, muito menos diálogos sobre práticas e fundamentos. Recordando as palavras de um dos maiores Mestres, Jesus de Nazaré: “…Eu vos digo em verdade, quantas vezes o fizestes com relação a um desses mais pequenos de meus irmãos, foi a mim que fizeste…” Desta forma, apressemo-nos no cumprimento de nossos deveres, porquanto, todas as vezes que nos furtarmos à prática do bem, estaremos, em essência, negando auxílio àquele a quem tudo devemos. Desta forma, fica aqui o convite para conhecerem o curso “A UMBANDA SEM FRONTEIRAS”, pois a sabedoria é uma longa estrada, que “somente cada um de nós poderá percorrer,” a cada dia, a cada hora, a cada minuto de nossas existências e que fatalmente nos levará aos pés do divino mestre.

Venha estudar, pesquisar e interagir conosco! “A sabedoria é a principal arma contra os tabus e crendices que marcaram os primórdios da Umbanda!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *